Facebook BI

Domingo,�18 deAgosto,�2019

As Bolsas em Setembro de 2011

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail

Os índices bolsistas dos EUA terminaram Setembro registando perdas mensais e fortes perdas trimestrais, ao nivel de 2008 / início de 2009. Foi um trimestre caracterizado por forte aumento da volatilidade.

Últimos 5 meses no S&P 500

Maio

-1.35%

Junho

-1.83%

Julho

-2.15%

Agosto

-5.68%

Setembro

-7.18%

Outubro

?

O Dow Jones terminou nos 10.913 pontos, uma perda de 6% no mês, o seu quinto mês de quedas consecutivas. No trimestre a queda foi de 12%, o pior desde Março de 2009.

O Standard & Poors 500 fechou nos 1.131 pontos, uma desvalorização mensal de 7,2% e de 14% desde Junho.

 

O Nasdaq Composite encerrou nos 2.415 pontos, caindo 6,4% no mês e cerca de 13,4% no trimestre.

Performance Semanal das bolsas internacionais em Setembro de 2011

O PSI-20 terminou Agosto nos 5.891 pontos. A praça portuguesa acumulou uma queda de 19,56% entre Julho e Setembro do presente ano. No último dia de Junho o índice tinha mais de 7.000 pontos, segue agora abaixo dos 6.000, na casa dos 5.000 pontos.

 

Juro do Banco Central
Divisa
audaud 4.75%
nzdnzd 2.50%
eureur 1.50%
gbpgbp 0.50%
cadcad 1.00%
usdusd 0.25%
chfchf 0%
jpyjpy 0.10%

Os bancos centrais estão a deixar de aguentar as taxas de juro que reduziram aos minimos de décadas para tentar enfrentar a crise. A Reserva Federal Americana, tem a taxa dos fundos federais nos 0,25% e o BCE tem a taxa de juro em 1,50% e já começou a subir as taxas. Segundo a minha análise a margem de manobra nas taxas está limitada, a partir daqui a tendência é de subida e já teve início na zona euro.

 

 


Comentários (0)

Subscrever RSS deste comentário.

Exibir/Ocultar comentários.

Escreva um comentário.


busy

AVISO: A informação contida neste website foi obtida de fontes consideradas credíveis, contudo não há garantia da sua exactidão. As opiniões aqui expressas são-no a titulo exclusivamente pessoal. Devido à variação dos objectivos de investimento individuais, este conteúdo não deve ser interpretado como conselhos para as necessidades particulares do leitor. As opinões expressas aqui são parte da nossa opinião nesta data e são sujeitas a alteração sem aviso. Qualquer acção resultante da utilização da leitura deste comentário independente do mercado, é da exclusiva responsabilidade do leitor.

Newsletter BonsInvestimentos

Assine gratuitamente a newsletter mensal BonsInvestimentos.
Nome:
E-mail: