Liberty Silver - Moedas de Prata sem IVA

Liberty_Silver_PT

Bolsas - Gráficos

Bolsas - Análise Técnica

Domingo,�15 deSetembro,�2019

REN – Acção ou Obrigação?

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail

STRONG BUY

(2010-01-10, 3,03 euros)

Por  Carlos Batista

A REN em termos gerais actua em duas grandes áreas de negócio, o transporte de electricidade em muito alta tensão e o transporte de gás natural em alta pressão. A concessão da rede eléctrica perdura até 2057 e a do gás natural até 2046. Novas oportunidades significativas poderão surgir como a já anunciada rede de abastecimento de carros eléctrico a desenvolver de raiz. Para já ficamos à espera…

Relativamente à estrutura accionista, o Estado detém directa e indirectamente 51,1% e o free float é de apenas 20,3%. O Estado manifestou interesse em proceder a novas fases de privatização da REN no futuro, o que poderá vir a ser encarado como uma medida de redução de défice público bem como da dívida pública, muito na moda nos dias de hoje, todavia, a acontecer, manda o histórico que será a um preço muito superior ao da primeira fase que foi a 2,85 euros. Uma nova fase de privatização aumentará o free float da empresa e consequentemente o interesse futuro dos fundos de investimento no título.

A actividade da REN é desenvolvida em monopólio e os seus proveitos são regulados facilitando a previsão futura das contas da empresa. Os proveitos são obtidos mediante a aplicação de uma taxa de retorno (Rate of Return) que incide sobre os activos regulados da empresa (Regulatory Assets Base). Desta forma, uma quebra no consumo de electricidade e de gás não perturba os resultados da empresa. Actualmente essa taxa é fixa em 8% para os activos do gás até 1/7/2010 e para os activos eléctricos é de 7,55% e de 9,05% consoante entraram em operação antes ou depois de 1/1/2209. Estas taxas estão indexadas à taxa dos bilhetes do tesouro portugueses a 10 anos o que permite à empresa estar muito alavancada pois uma subida das taxas de juro agravará o custo da dívida da empresa mas também gerará um aumento dos proveitos, eliminando esse risco.

Depois de definida a forma como a REN gera dinheiro para os accionistas, os resultados da mesma só poderão aumentar se a empresa realizar investimentos de forma a aumentar os activos regulados. Na minha opinião aqui é que está a grande criação de valor para os accionistas que ainda não se encontra reflectida na cotação, pois durante o ano de 2009 foi anunciado pela REN um ambicioso plano de investimento que se encontra em contraciclo com a crise, destacam-se a forte aposta do nosso governo em diminuir a dependência energética do país que gerará inúmeras barragens e parques eólicos necessitando de ligações à rede eléctrica nacional, novas ligações a Espanha também terão de ser construídas com vista a ser possível o mercado ibérico de electricidade e gás.

O plano de investimento apresentado para o período de 2009-2014 cifra-se em €2,5B, €500M por ano. Desta forma, é esperado pela empresa que durante este período os activos regulados cresçam 8%/ano, o EBITDA 9%/ano e o resultado líquido 10%/ano. A dívida líquida atingirá no final do período €2,9B, o que representa um acréscimo de cerca de €1,2B, €240M por ano, esta situação denota a forte geração de cash-flow da empresa.

Grafico_REN

 

Posto isto apresento as minhas conclusões:

Estimativa de Resultados:

REN_Resultados

Com todo o respeito pelos administradores da REN acho que gerir a REN tem o mesmo grau de dificuldade de gerir um orçamento familiar, as duas coisas a decidir na REN são a taxa de distribuição do dividendo e o nível de endividamento da empresa. Posto isto, considero uma taxa de distribuição do dividendo adequada ao negócio de 100%, contudo durante o período de investimento considero apenas 70%, abaixo do que tem sido política da empresa de forma a compensar o avultado plano de investimento. Desta forma, assumo que a divida irá ser paga à medida que o investimento vai sendo amortizado. De referir que a administração assumiu o compromisso de aumentar o dividendo em termos nominais durante o período em análise.

Desta forma, para mim a REN não é mais do que uma obrigação que paga um cupão relativo ao ano de 2009 de cerca de 5,6% e irá crescer até 10,9% depois de implementado o ambicioso plano de investimento.

 

Valor Actual dos Dividendos:

REN_Dividendos

Este quadro mostra-nos que o mercado está neste momento a exigir um prémio de 9,81% à REN, ou seja, quem comprar hoje uma acção da REN está a trocar 3,03 euros por um rendimento futuro vitalício médio anual de 9,81%, o que me parece perfeitamente desajustado quando temos actualmente depósitos a prazo a 2% e as próprias obrigações da REN a cerca de 3%. Considero um prémio justo de 5 a 7% o que indicia uma potencial de valorização da REN entre 43 e 105%. Quem conhecer oportunidades de retorno desta grandeza e com este risco baixo, por favor informem-me!!!

 


Informamos que nenhuma informação aqui facultada deverá alguma vez ser entendida como conselhos ou recomendações de qualquer tipo de transacção, investimento real ou estratégia, todas as publicações presentes representam apenas a opinião pessoal dos seus autores. Exclui-se, expressamente, quaisquer responsabilidades por eventuais erros nas conclusões resultantes da leitura de artigos aqui publicados e das decisões adoptadas pelos utilizadores. Para obter apoio na gestão dos seus investimentos deverá estudar exaustivamente os activos, decidir por si próprio ou recorrer a Instituições Financeiras credênciadas pela CMVM.

A REN em termos gerais actua em duas grandes áreas de negócio, o transporte de electricidade em muito alta tensão e o transporte de gás natural em alta pressão. A concessão da rede eléctrica perdura até 2057 e a do gás natural até 2046. Novas oportunidades significativas poderão surgir como a já anunciada rede de abastecimento de carros eléctrico a desenvolver de raiz. Para já ficamos à espera…

Relativamente à estrutura accionista, o Estado detém directa e indirectamente 51,1% e o free float é de apenas 20,3%. O Estado manifestou interesse em proceder a novas fases de privatização da REN no futuro, o que poderá vir a ser encarado como uma medida de redução de défice público bem como da dívida pública, muito na moda nos dias de hoje, todavia, a acontecer, manda o histórico que será a um preço muito superior ao da primeira fase que foi a 2,85 euros. Uma nova fase de privatização aumentará o free float da empresa e consequentemente o interesse futuro dos fundos de investimento no título.

A actividade da REN é desenvolvida em monopólio e os seus proveitos são regulados facilitando a previsão futura das contas da empresa. Os proveitos são obtidos mediante a aplicação de uma taxa de retorno (Rate of Return) que incide sobre os activos regulados da empresa (Regulatory Assets Base). Desta forma, uma quebra no consumo de electricidade e de gás não perturba os resultados da empresa. Actualmente essa taxa é fixa em 8% para os activos do gás até 1/7/2010 e para os activos eléctricos é de 7,55% e de 9,05% consoante entraram em operação antes ou depois de 1/1/2209. Estas taxas estão indexadas à taxa dos bilhetes do tesouro portugueses a 10 anos o que permite à empresa estar muito alavancada pois uma subida das taxas de juro agravará o custo da dívida da empresa mas também gerará um aumento dos proveitos, eliminando esse risco.

Depois de definida a forma como a REN gera dinheiro para os accionistas, os resultados da mesma só poderão aumentar se a empresa realizar investimentos de forma a aumentar os activos regulados. Na minha opinião aqui é que está a grande criação de valor para os accionistas que ainda não se encontra reflectida na cotação, pois durante o ano de 2009 foi anunciado pela REN um ambicioso plano de investimento que se encontra em contraciclo com a crise, destacam-se a forte aposta do nosso governo em diminuir a dependência energética do país que gerará inúmeras barragens e parques eólicos necessitando de ligações à rede eléctrica nacional, novas ligações a Espanha também terão de ser construídas com vista a ser possível o mercado ibérico de electricidade e gás.

O plano de investimento apresentado para o período de 2009-2014 cifra-se em €2,5B, €500M por ano. Desta forma, é esperado pela empresa que durante este período os activos regulados cresçam 8%/ano, o EBITDA 9%/ano e o resultado líquido 10%/ano. A dívida líquida atingirá no final do período €2,9B, o que representa um acréscimo de cerca de €1,2B, €240M por ano, esta situação denota a forte geração de cash-flow da empresa.

Posto isto apresento as minhas conclusões:

Estimativa de Resultados:

Com todo o respeito pelos administradores da REN acho que gerir a REN tem o mesmo grau de dificuldade de gerir um orçamento familiar, as duas coisas a decidir na REN são a taxa de distribuição do dividendo e o nível de endividamento da empresa. Posto isto, considero uma taxa de distribuição do dividendo adequada ao negócio de 100%, contudo durante o período de investimento considero apenas 70%, abaixo do que tem sido política da empresa de forma a compensar o avultado plano de investimento. Desta forma, assumo que a divida irá ser paga à medida que o investimento vai sendo amortizado. De referir que a administração assumiu o compromisso de aumentar o dividendo em termos nominais durante o período em análise.

Desta forma, para mim a REN não é mais do que uma obrigação que paga um cupão relativo ao ano de 2009 de cerca de 5,6% e irá crescer até 10,9% depois de implementado o ambicioso plano de investimento.

Valor Actual dos Dividendos:

Este quadro mostra-nos que o mercado está neste momento a exigir um prémio de 9,81% à REN, ou seja, quem comprar hoje uma acção da REN está a trocar 3,03 euros por um rendimento futuro vitalício médio anual de 9,81%, o que me parece perfeitamente desajustado quando temos actualmente depósitos a prazo a 2% e as próprias obrigações da REN a cerca de 3%. Considero um prémio justo de 5 a 7% o que indicia uma potencial de valorização da REN entre 43 e 105%. Quem conhecer oportunidades de retorno desta grandeza e com este risco baixo, por favor informem-me!!!

Comentários (0)

Subscrever RSS deste comentário.

Exibir/Ocultar comentários.

Escreva um comentário.


busy

AVISO: A informação contida neste website foi obtida de fontes consideradas credíveis, contudo não há garantia da sua exactidão. As opiniões aqui expressas são-no a titulo exclusivamente pessoal. Devido à variação dos objectivos de investimento individuais, este conteúdo não deve ser interpretado como conselhos para as necessidades particulares do leitor. As opinões expressas aqui são parte da nossa opinião nesta data e são sujeitas a alteração sem aviso. Qualquer acção resultante da utilização da leitura deste comentário independente do mercado, é da exclusiva responsabilidade do leitor.

Newsletter BonsInvestimentos

Assine gratuitamente a newsletter mensal BonsInvestimentos.
Nome:
E-mail:

Facebook BI

Dow Jones


NASDAQ


S&P 500


PSI 20

PSI 20

IBovespa

IBovespa

DAX

DAX

US Dollar vs Japanese Yen