Liberty Silver - Moedas de Prata sem IVA

Liberty_Silver_PT

Facebook BI

Domingo,�31 deMaio,�2020

Culpados

cesarneves_Destak

por João César das Neves*

Portugal vive um momento muito difícil e doloroso, com grave sofrimento para o povo. Um dos traços mais elevados do carácter da nossa gente é a ausência de rancor e recriminação.

Apesar de tantas e graves dificuldades não se anda a tentar procurar responsáveis ou castigar culpados. Somos um povo cordato e plácido.

Este não é um elemento fortuito, tendo-se verificado repetidamente no passado. Os Governos recém-empossados não costumam ser vingativos, e predomina uma paz podre, onde a culpa morre sempre solteira. Há décadas que são ínfimos os casos de responsáveis políticos ou administrativos julgados por incúria, erro ou crime, e tal não se deve à qualidade média da nossa gestão.

Isto tem vantagens e inconvenientes. Compreende-se o incómodo de muitos perante a injustiça da benevolência. A impunidade após anos de gestão danosa e talvez até dolosa passa pacificamente. A principal vítima é obviamente a justiça, que nunca chega a ser aplicada. Mas também se evitam averiguações, zangas e aproveitamentos a que estes processos sempre dão azo. A prioridade agora é salvar o país, não supliciar réus.

Assim pessoas evidentemente responsáveis por erros enormes, e até abusos e crimes, que precipitaram o país numa das maiores crises da sua história, saem calmamente das suas funções para um retiro temporário, alguns em cargos internacionais, onde preparam o regresso como heróis, logo que o povo esqueça. Nestes dias de crise, um único político é censurado pela dívida nacional, Alberto João Jardim. E ninguém conta que venha a ser castigado.

 

 

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar


*João César das Neves é professor na Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais (FCEE) da Universidade Católica Portuguesa em Lisboa.

 

Publicado no Destak dia 6 de Outubro 2011

 

 

 

Comentários (0)

Subscrever RSS deste comentário.

Exibir/Ocultar comentários.

Escreva um comentário.


busy

AVISO: A informação contida neste website foi obtida de fontes consideradas credíveis, contudo não há garantia da sua exactidão. As opiniões aqui expressas são-no a titulo exclusivamente pessoal. Devido à variação dos objectivos de investimento individuais, este conteúdo não deve ser interpretado como conselhos para as necessidades particulares do leitor. As opinões expressas aqui são parte da nossa opinião nesta data e são sujeitas a alteração sem aviso. Qualquer acção resultante da utilização da leitura deste comentário independente do mercado, é da exclusiva responsabilidade do leitor.