Liberty Silver - Moedas de Prata sem IVA

Liberty_Silver_PT

Facebook BI

Domingo,�31 deMaio,�2020

Teste grego

cesarneves_Destak

por João César das Neves*

O mundo deve muito à cultura grega, que nos ensinou a filosofar, fazer arte e tantas mais.

Mas é bom lembrar que a primeira vez que esse povo deu nas vistas foi no final de uma guerra, ao introduzir na cidade vitoriosa um pequeno número de guerreiros escondidos, que levaram à ruína os vencedores.

Hoje a União Europeia sente-se como a velha Tróia. A Grécia, a única economia obrigada a ficar de fora aquando do nascimento do euro em 1999, só entrou em 2001, aldrabando as contas para o conseguir. Hoje é a dissimulada e pequena Grécia que gera a crise alegadamente fatal para o euro. O teste grego tornou-se assim decisivo. A dois níveis.

Para os países em dificuldades, como nós, a finalidade é provar que somos muito diferentes da Grécia. E somos. Mas é bom não esquecer que temos por cá muitos «gregos». Todos aqueles que convidam à subversão, recusam os sacrifícios, duvidam do caminho e esquecem as tarefas de reconstrução em nome de vinganças ou raivas, repetem aqui aquilo que, mais que a dívida, afundou o nosso parceiro helénico. Porque o problema grego tem sido, acima de tudo, de solidariedade nacional.

O teste grego é também precioso para a União. Esta perturbação mostra bem os enormes custos do fim do euro. Instabilidade cambial, perda de poupanças, colapso financeiro e recessão económica, não só nos estados membros mas em todo o mundo, são a alternativa a uma solidariedade comunitária, de que muitos ainda duvidam, mas que certamente acabará por vingar. A Europa tem de sair mais forte do teste grego. Ou não sai.

 

 

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar


*João César das Neves é professor na Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais (FCEE) da Universidade Católica Portuguesa em Lisboa.

 

Publicado no Destak dia 17 de Novembro 2011

 

 

 

Comentários (0)

Subscrever RSS deste comentário.

Exibir/Ocultar comentários.

Escreva um comentário.


busy

AVISO: A informação contida neste website foi obtida de fontes consideradas credíveis, contudo não há garantia da sua exactidão. As opiniões aqui expressas são-no a titulo exclusivamente pessoal. Devido à variação dos objectivos de investimento individuais, este conteúdo não deve ser interpretado como conselhos para as necessidades particulares do leitor. As opinões expressas aqui são parte da nossa opinião nesta data e são sujeitas a alteração sem aviso. Qualquer acção resultante da utilização da leitura deste comentário independente do mercado, é da exclusiva responsabilidade do leitor.