Facebook BI

Outros Comentários - Gestores de Investimentos

Outros Comentários - TV

  • BNN (Canadá)
Quinta-Feira,�23 deNovembro,�2017
Erro
  • Erro ao carregar dados do sinal web.

Entrevista GATA

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail

Entrevista exclusiva a Bill Murphy

Fevereiro de 2004

Por André Ribeiro

O Gold Anti-Trust Action Committee (GATA), foi formado em Janeiro de 1999 como um grupo de pressão norte-americano para denunciar a manipulação de vários bancos e entidades sobre o mercado do ouro através de acções legais e outras actividades. Recentemente o GATA começou a focar as suas actividades também na prata.

Bill_Murphy_GATA

Bill Murphy, presidente do GATA, fez carreira financeira começando como estagiário na Merrill Lynch, passando depois pela Shearson Hayden Stone e a Drexel Burnham. Eventualmente começou a sua própria corretora na 5ª Avenida de Nova Iorque.

Hoje dirige dois “sites” na Web que são referência para a comunidade de investidores e analistas do ouro (o www.gata.org e o forum www.LeMetropoleCafe.com).

GATA


Com a procura a exceder a oferta há mais de uma década no ouro porque é que os preços não dispararam? É verdade que há um cartel a controlar os preços? Quem faria isso e porquê?

O GATA mostrou que os bancos centrais, agindo através de certos bancos de investimento, têm discretamente manipulado o preço do ouro. Essa actividade aparenta ter tido inicio a meados dos anos 1990 e continua até aos dias de hoje. Entidade proeminentes envolvidas incluem os bancos JP Morgan Chase, Goldman Sachs, Deutsche Bank, Reserva Federal Americana, Banco de Inglaterra e o Bank for International Settlements. A GATA alega especificamente que o Fundo de Estabilização do Tesouro Americano tem sido usado, ao contrário dos desmentidos oficiais, em intervenções no mercado do ouro.

Estas afirmações são baseadas em análises de documentos do governo que estão disponiveis ao público e estatísticas, transacções anormais e material apresentado num processo legal apoiado pelo GATA.

Acreditamos que a manipulação do preço do ouro foi a essência da famosa “política do dólar forte”. O anterior Secretário do Tesouro Robert Rubin foi a pessoa que começou a por esquema de suprimir o preço do ouro em alta velocidade para:

  • Impedir que a subida dos preços do ouro levasse a um alarme na inflação americana
  • Impedir a subida dos preços do ouro de assinalar uma fraqueza do valor internacional do dólar
  • Manter as taxas de juro artificialmente baixas

Como resultado, os Estados Unidos aumentaram a atractividade dos seus mercados de acções e obrigações. A manipulação do preço do ouro ajudou a criar a “bolha” no mercado de acções americano.

 

Como é que os bancos centrais contribuiram para a contenção do preço do ouro? Qual é a a situação actual das suas reservas? Especificamente qual a situação do Banco de Portugal?

Os bancos centrais estão propositadamente a iludir o mundo do investimento acerca das quantidades de ouro que ainda têm nos seus cofres. Três analistas utilizando três metodologias distintas, Frank Veneroso, Reg Howe e James Turk, demostraram que metade das 32.000 toneladas do ouro dos bancos centrais foi emprestada ou trocada por divisas (swapped out) – significando que já não se encontra nos cofres dos bancos centrais. Esse ouro já saiu de lá, foi vendido no mercado.

Oficialmente menos de 5.000 toneladas de ouro dos bancos centrais foi emprestado ou convertido em swaps. A diferença entre 5.000 toneladas e 16.000 toneladas é enorme. As 11.000 toneladas de diferença foram utilizadas pelo Cartel do Ouro para suprimir o preço do ouro nos últimos 8 a 10 anos. Basta olhar para o exemplo do Banco de Portugal para se tornar evidente que as observações do GATA estão correctas.

Numa actitude invulgar para um banco central, o Banco de Portugal admitiu no seu Relatório Anual de 2001 que 434,1 toneladas das suas 600,1 toneladas tinham sido emprestadas ou convertidas em swaps. Desde essa altura anunciaram vendas de 90 toneladas de ouro (que eu acredito que foram-lhes retiradas a través de vendas de opções). Por isso a maior parte do ouro do Banco de Portugal não se encontra nos vossos cofres.

Este é apenas o exemplo de um banco, o ouro português emprestado ou trocado por swaps, não foi contabilizado pelas estatisticas mundiais de ouro, no que diz respeito a reservas oficiais de ouro. Nenhuma delas! Quantos outros bancos centrais estão no mesmo barco? Sabemos que quase a totalidade das 167 toneladas da Austrália foram emprestadas e que o Canadá vendeu todo o seu ouro.

Enquanto que o Ocidente continua levianamente a vender barato o ouro dos banco centrais, os russos, chineses, coreanos, indianos, turcos e árabes estão a absorvê-lo com um grande sorriso nas suas carar, dizendo, “Muito obrigado.”

 

Alguns analistas falam da possibilidade de uma subida acelerada e parabólica (squeeze) no preço da prata, quais são as bases desses comentários?

Que eu saiba, isto começou com os meus comentários no www.LeMetropoleCafe.com. Não é tanto uma subida parabólica com ideia de “enterrar” os que têm posições curtas, é apenas que o mercado da prata é tão pequeno, que os compradores não conseguem encontrar prata física em nenhuma parte do mundo para satisfazer a sua procura.

Tudo começou quando o preço da prata ultrapassou os $5 por onça o ano passado. O tom do mercado mudou. Começou a transaccionar de maneira diferente. O jogo passou a ser comprar nas quedas em vez de vender nas subidas. Os traders veteranos da bolsa americana Comex podiam sentir que algo estava a acontecer. Eu acredito que tudo isto foi devido a alguns compradores muito significativos terem começado a recolher o que restava da oferta fisica à volta do mundo. Os meus comentários online dos últimos dois meses referem vários testemunhos de que há grandes compradores no mercado da prata.

 

Quais as perspectivas para o preço do ouro e da prata?

Eu vejo o ouro acima dos $800 por onça dentro de dois anos e a prata acima dos $40 por onça. Está a esgotar-se a prata no mundo NESTE MOMENTO para satisfazer a procura. A prata pode explodir a qualquer altura. O ouro vai seguir por vários motivos.

Os factores fundamentais do ouro são mais de dez neste momento e só vão melhorar. Aqui estão alguns deles:

  • As taxas de juro de curto prazo estão mesmo acima do zero nos Estados Unidos sem perspectivas de subida. Com as taxas de juro tão baixas, o ouro cuja tendência é de subida, é um investimento atractivo.
  • Na América temos taxas de juro reais negativas, o que significa que a inflação é superior à taxa de juro federal de 1%. Historicamente, isto é favorável para o ouro.
  • A despesa do governo dos EUA está descontrolada. Os nossos défices do orçamento e comercial são horriveis. Nenhuma mudança à vista.
  • Os EUA criaram uma confusão no Iraque e é provável que piore.
  • O Dólar americano está com grandes problemas e vai continuar assim durante algum tempo
  • O a procura de investimentos em ouro está a descolar e vai acelarar.
  • Os maiores produtores de ouro que vendiam as suas produções a um preço predeterminado vão continuar a cubrir as suas vendas forward, reduzindo ainda mais a oferta disponivel.
  • Há uma posição curta brutal no mercado. Essas posições estão entaládas e não podem ser fechadas sem fazer o preço do ouro disparar.
  • O ouro está a recuperar o seu papel monetário pelo mundo fora.

 

Comentários (1)

Subscrever RSS deste comentário.

Exibir/Ocultar comentários.
Ola
Falando sobre internet e tecnologias nos dias de hoje, isso nos ajuda a viver mais facilmente. Como agora eu armazeno minha papelada através de datarooms virtuais. Eu sei que é seguro
Datarooms.org , 29 de Agosto, 2017 | https://datarooms.com.br

Escreva um comentário.


busy

Outros Comentários - The International Forecaster

Outros Comentários - Mercados Internacionais

AVISO: A informação contida neste website foi obtida de fontes consideradas credíveis, contudo não há garantia da sua exactidão. As opiniões aqui expressas são-no a titulo exclusivamente pessoal. Devido à variação dos objectivos de investimento individuais, este conteúdo não deve ser interpretado como conselhos para as necessidades particulares do leitor. As opinões expressas aqui são parte da nossa opinião nesta data e são sujeitas a alteração sem aviso. Qualquer acção resultante da utilização da leitura deste comentário independente do mercado, é da exclusiva responsabilidade do leitor.

Newsletter BonsInvestimentos

Assine gratuitamente a newsletter mensal BonsInvestimentos.
Nome:
E-mail:

Outros Comentários - Podcast GSR

Outros Comentários - Podcast Howe Street

Outros Comentários - Podcasts