Facebook BI

Quinta-Feira,�21 deSetembro,�2017
Newsletter BonsInvestimentos - Agosto 2009

Newsletter BonsInvestimentos.com
Revelando os Bons Investimentos nos mercados financeiros

Vol. 5 - Edição 6
Agosto de 2009

 

 

As Bolsas em Julho

Os principais índices bolsistas terminaram Julho de 2009 positivos. O Dow Jones terminou nos 9.171 pontos, uma subida mensal de 8,58%. Os ganhos de Julho fizeram deste mês o melhor desde Outubro de 2002. O Standard & Poors 500 fechou nos 987 pontos, um salto de 7,41% no mês, fazendo este o seu quinto mês consecutivo no verde. O Nasdaq encerrou nos 1.978 pontos, um ganho de 7,82% em Julho. Nos últimos 5 meses o Nasdaq subiu 44%.

O PSI-20 fechou Julho a subir 2,5%, terminando nos 7.292 pontos, em 2009 está a ganhar 15%.

No Brasil o Bovespa fechou nos 54.765 pontos, o seu melhor fecho desde 1 de Setembro de 2008, este foi o melhor mês do índice desde 1998.



Os bancos centrais reduziram as taxas de juro para tentar enfrentar a crise. A Reserva Federal Americana, tem a taxa dos fundos federais nos 0,25%. Relativamente ao BCE tem a taxa de juro em 1%. Segundo a minha análise a margem de manobra nas taxas está esgotada, a partir daqui a tendência é de subida.

 

dji_jul09_thumb2compq_jul09_thumb2

spx_jul09_thumb2psi_jul09_thumb2

 

 

The Big Picture - Agosto

Este ano já faliram 57 bancos nos EUA, o maior número desde 1992. Com o desemprego a aumentar, os orçamentos dos estados estão cada vez mais carregados com o aumento das despesas com apoios e a redução de receitas de impostos.

Segundo a minha análise nos próximos meses o USDX, o indíce do dólar americano pode cair para baixo dos 71,18 pontos,  o seu mínimo de há 18 meses atrás. Nas últimas semanas caiu abaixo dos 79,50 dirigindo-se para os minimos anteriores.

As bolsas estão as ser estimuladas através de intervenções por parte de vários veículos, a destacar a Goldman Sachs, enquanto que o Ouro e a Prata são suprimidos. Há vários sites dedicados a noticias sobre as manipulações dos mercados um deles é o Goldman666 (clicar para ver).


Vão haver mais falências no sector financeiro, também em Portugal. Em Setembro e Outubro, os bancos dos EUA, Inglaterra e União Europeia vão estar novamente em apuros. Isso provavelmente levará as bolsas para novos mínimos.

O desemprego está a crescer a um ritmo nunca antes visto e vai continuar a aumentar em todo o mundo. Muitas das casas vão estar abaixo do valor a que foram financiadas.

Na segunda metade de 2009 a minha análise antecipa nas bolsas um novo teste aos mínimos atingidos este ano e a continuação da queda. Vender as subidas e comprar em grandes quedas, pode ser uma boa estratégia. Seguindo-se às quedas das bolsas, outro mercado muito maior está a começar a quebrar, a bolha do mercado das obrigações.

Em 2009 acredito que como bons investimentos teremos o Ouro, a Prata e outras matérias-primas, com destaque para as matérias-primas agrícolas que perderam muito terreno no ano passado. A energia é mais um bom investimento. Neste momento o Gás Natural segundo a minha análise é dos investimentos com maior potencial de  fortes ganhos nos próximos meses.


 

Estatísticas dos Índices
Indíce P/E P/E Est Div % P/Contab. P/Vendas
Dow Ind 12.89 14.46 2.99 2.56x 1.11x
S&P 500 17.03 16.44 2.28 2.12x 0.98x
Nasdaq 33.18 24.54 0.85 2.51x 1.60x

Fonte: Bloomberg, 31 de Julho de 2009

 

Mais informação sobre a Segunda Depressão.

 

 

Os Mercados Cambiais em Julho

Em Julho o indíce do dólar americano, que representa um cabaz de seis moedas, fechou a cair nos 78,35 pontos, apresentando uma queda no mês de 2,2% Em 2009 o indíce está a cair 3,6%.

O Euro terminou o mês por volta dos $1,4257. O iene japonês terminou contra o dólar nos 94,80 ienes. A libra inglesa terminou por volta dos $1,6709.


A moeda americana está a colapsar e nos próximos anos vai deixar de ser a moeda de referência mundial. O indíce do dólar encontra-se agora abaixo dos 79,50 pontos, quando cair abaixo dos 78 pontos as quedas vão acelarar. O dólar americano retomou a sua tendência de médio e longo prazo que segundo a minha análise é de queda.

usd_jul09xeu_jul09_thumb2

 

Mais informações em: Colapso do Dólar

 

 

Metais Preciosos em Julho

O Ouro e a Prata fecharam o mês a subir.

A Platina para entrega em Outubro fechou nos $1.214,20 por onça.
O Cobre para entrega em Setembro fechou nos $2,6235 por libra.
O Paládio para entrega em Setembro terminou nos $264,60 por onça.

O SPDR Gold Trust, com o símbolo GLD, terminou nos $93,35, é o maior exchange-traded fund de Ouro, ficou com 1.072,87 toneladas métricas no dia 30 dia de Julho. Num mês as reservas do fundo cairam 50 toneladas métricas.

Os metais podem pontualmente assustar os investidores tanto como entusiasmam, mas a tendência de médio e longo prazo é de subida.

Mais informação sobre o Ouro e Prata em: Entrevista GATA


gold_jul09_thumb2O contrato de Ouro para entrega em Agosto na divisão Comex da New York Mercantile Exchange, terminou o mês nos $953,70 por onça, em Julho a subida foi de 2,8%.

A minha análise aponta para o Ouro acima dos $2000 por onça antes do final de 2010. Quando este price target for ultrapassado o Ouro poderá dirigir-se a médio prazo para cima dos $2500 por onça.

 

Mais informações sobre a ascensão do Ouro em: Venderam-se os Anéis

 

silver_jul09_thumb2A Prata para entrega em Setembro, terminou nos $13,94 por onça.

A minha análise aponta para a Prata acima dos $25 por onça antes do final de 2010. Quando este price target for ultrapassado a Prata irá dirigir-se no médio prazo para cima dos $40 por onça.

Mais informações sobre a ascensão da Prata em: A Prata vai ser Ouro

 

 

A Energia em Julho

 

O preço do Petróleo crude West Texas na New York Mercantile Exchange para entrega em Setembro ficou nos $69,45, por barril. Em Julho teve uma ligeira queda de 0,6%.

O fundo U.S. Oil fund, USO, que varia com o preço do petróleo, terminou nos $36,81, enquanto que o U.S. Natural Gas Fund fechou em $12,87.


wtic_jul09_thumb2A curto prazo, o preço do Petróleo está consolidar a nova subida desde o início do ano. O preço encontra-se agora suportado acima da média de 50 dias e de 200 dias, que se cruzaram o que é um sinal de mais subidas considero que a médio prazo podem ser atingidos novos máximos e que o crude está numa tendência de subida a longo prazo.

 

 

natgas_jul09_thumb2O contrato de Gás Natural para entrega em Setembro fechou nos $3,653 por milhões de BTUs (British Thermal Units) na Nymex. Em Julho o Gás Natural caiu 4,7%.

Acredito que a médio e longo prazo a tendência do Gás Natural é de subida. Após as quedas recentes, em 2009 o Gás Natural poderá transaccionar novamente acima dos $6 por BTU, podendo ser um dos investimentos com mais potencial de forte valorização nos próximos meses.

 

 

 

Mercado esticado...mas a formar fundo!‏

Análise Técnica Nasdaq 100

Mercado esticado...mas a formar fundo!‏

24 de Julho 2009

por Tiago Marques Pereira, CMT

Trading Advisor

Membro da MTA -Associação de Técnicos de Mercado Norte Americana (New York,USA)

 

 

O Nasdaq 100 fechou ontem a 1601.52, completando um movimento impressionante e raro de 12 sessões consecutivas a subir. Esta subida em pouco mais de 2 semanas representou uma subida de 15%, às vezes são necessários anos para que um movimento destes suceda, o que naturalmente deixa o mercado consideravelmente permeável a uma correcção no curto prazo.  Contudo ,o fundo iniciado em Março está cada vez mais sólido neste índice.


 

Tecnicamente tenho os indicadores todos muito esticados e em território overbought. O estocástico e o RSI só estiveram assim anteriormente em Outubro de 2007 aquando dos máximos do Nasdaq 100 acima de 2300 pontos, o que acabou por ser o fim das subidas e marcou o topo do mercado. Desta vez penso que as consequências serão consideravelmente diferentes:
1.O índice de volatilidade está a 25 e em Outubro de 2007 aquando de situação semelhante nos indicadores estava a 13. Tal denota que o nível de complacência é muito inferior agora, e ainda há considerável desconfiança neste mercado para que tenha alimento para continuar as subidas no médio prazo.
2. Os meus indicadores gerias de confiança mostram ainda um pessimismo latente, representado na última leitura do AAII(American Association of Inteligent Investors) que apresentava um número de pessimistas de 55%.
3. Por último estamos a sair de um fundo após as fortíssimas quedas de 2007/2008/2009; e portanto não temos 5 anos de subidas anteriores a estas leituras dos indicadores como tivemos em Outubro de 2007.

24072009ndx_thumb
(clicar no gráfico para ver em página completa)

 

" Tecnicamente o Mercado está com um fundo formado(padrão-duplo fundo) após 4 meses de muita volatilidade, no médio prazo apontam-se valores próximos dos 1600 pontos(+22%). Depois de ter feito novos máximos relativos agora é preciso que aguente acima de 1250 nas próximas correcções para que eu permaneça optimista neste índice. Realço como bastante optimista o fecho semanal acima da média de 21 semanas(1251) pela primeira vez desde Agosto de 2008. "   in análise de 06/04/09


Conclusão: O mercado está bastante esticado e no imediato é natural que haja novas correções, mas no geral continua intacta a formação do fundo que temos vindo a indicar desde finais de 2008 e que propusemos para 2009. Recordo também que o target de 1600 pontos proposto em anáilse anterior aquando da passagem dos 1300 foi também ele atingido. A forma saudável como o Nasdaq tem subido leva-me a continuar optimista no médio prazo. Seria portanto muito saudável que este mercado recuasse um pouco até ás zonas de suporte antes de continuar as subidas. A continuação sem repouso deste índice poderá por em causa a continuação sustentada das subidas no médio prazo


Suportes- 1530/40  / 1480/500   / 1450

Resistências: 1600 / 1700

Bons Trades,

Tiago Marques Pereira

 

 

Negociação para Vencer!!!

Negociação para Vencer!!!‏

29 de Julho 2009

por Tiago Marques Pereira, CMT

Trading Advisor

Membro da MTA -Associação de Técnicos de Mercado Norte Americana (New York,USA)

 

Um dos erros mais comuns que um trader pode fazer nem é um erro de trading. É antes a complacência com os seus conhecimentos e perícia no trading. Infelizmente o trading não é como andar de bicicleta - vocês podem (e vão) esquecer-se de como se faz. Obvio que saberão sempre colocar as ordens de compra e venda mas a eficácia e precisão do vosso trading irá diminuir sem uma constante renovação da vossa correcta estrutura mental de trading.

A razão porque a maioria dos traders não passa pelo auto desenvolvimento psicológico é falta de tempo, o que até é compreensível. Contudo um bom livro(trading for a living.A.ELDER) é na verdade um investimento em si próprio.


Para já vou deixar algumas ideias que já anteriormente referi e que passo a vida a referir-vos e ainda assim tem bastante valor recordar alguns pontos por forma a que alguns de vós consigam melhor sistematizar estas novas ideias e pensamentos:

1. Planeie totalmente o seu trade antes mesmo de o concretizar. Ter uma estratégia para entrar no trade, bem como um ponto de saída(um ponto para sair a ganhar e outro a perder). Isto vai obriga-lo a verificar o ratio risco/benefício. Tome nota num diário destas entradas e saídas.

2. Elimine as distracções. É extremamente difícil encontrar tempo para o trading se tal não for o seu trabalho regular. Se é um trader me part-time que faz trading entre reuniões e telefonemas...pense nisto: existem traders profissionais que estão concentrados apenas em ficar com o vosso dinheiro. Não quer dizer que eles são melhores ou mais espertos do que vocês - eles apenas tem tempo para se concentrar. Guardem períodos do dia para estudar o trading e comprar e vender sem distracções. é também exequível que sejam traders de fim do dia, isto significa que fazem o vosso trabalho de casa e colocam as ordens depois de o mercado fechar, esta opção tem a vantagem de ser menos emocional e tal melhora por norma a performance em indivíduos menos frios.

3. Arranjem um método ou um conjunto de procedimentos e mantenham-se fieis aos mesmos. Sigam poucos sinais e regras mas sejam mestres das mesmas. É melhor do que seguir 50 sinais e depois não conseguir ter real percepção do sue significado.  Entendam que mesmo os vosso indicadores e regras irão falhar de vez em quando. Tudo bem. Os trades vencedores deverão ser suficientes para cobrir os perdedores. Desta forma elimina ou reduz a emoção na sua negociação(trading).

4. Por vezes o melhor é estar parado. Mas não ter medo de agir quando é preciso. Saber esperar boas compras com paciência, não se consegue forçar um título no sentido da nossa vontade. Quando queremos comprar achamos que não vai cair mais e quando queremos vender achamos que só pode cair. Ilusões!!!  Depois de serem pacientes que o medo não vos cegue a oportunidade, ou seja nao fiquem como medo de agir onde tem de ser. Sejam por isso pacientes e contrariem os vosso instintos iniciais, ponderação e bom senso também ajudam no trading.

5. Assumam responsabilidade na vossa negociação em todos os trades. Examinem porque que uns trades falharam e outros tiveram sucesso. Isto pode ser doloroso, porque o ego está feito para desviar a culpa, contudo aceita facilmente o elogio. Tal é uma armadilha. Se se encontrar a si a dizer:" esta tinha sido um bom trade mas...." então pare completamente. Ou tudo o que disse antes do "mas" ou depois é errado. Se justificar maus trades, então nunca vai aprender! Esta é a meu ver a ideia mais importante de todas.

 

O único conselho que acrescentaria é mantenham um diário de trading. Podem registar trades, ideias, emoções sobre o vosso trading. Quanto mais escreverem no diário mais o diário vos criará valor. E também vos vai ajudar a sedimentar os 5 conceitos descritos em cima.



Bons Trades,

Tiago Marques Pereira

 

AVISO: A informação contida neste website foi obtida de fontes consideradas credíveis, contudo não há garantia da sua exactidão. As opiniões aqui expressas são-no a titulo exclusivamente pessoal. Devido à variação dos objectivos de investimento individuais, este conteúdo não deve ser interpretado como conselhos para as necessidades particulares do leitor. As opinões expressas aqui são parte da nossa opinião nesta data e são sujeitas a alteração sem aviso. Qualquer acção resultante da utilização da leitura deste comentário independente do mercado, é da exclusiva responsabilidade do leitor.